{terapia}

felicidade é ter os dedos descascando de cola.

Anúncios

intro

(consta na segunda pagina do meu caderno, depois de todas as quinquilhiragens)

A gente levanta e senta…
que dificuldade estupenda
para arranjar um assunto
ou quem sabe sou só eu
querendo escrever tudo junto
mas não acho nada de auto-falante
nem nada bonito o bastante
para o caderno que a Mirella me deu.

112905365165513112

não aguento mais. eu desisto.
nunca vou ser o suficiente mesmo. quer saber?
Redação publicitário de cu é rola.
Vou dedicar minha vida a inventar e vender quinquilharias.
móbiles na frente da facu, depois, logo que me formar vou vender bijuterias na praia. vou inventar o brinco suvenir, que contém areia da praia onde você esteve. Vou abrir uma barraca de bijuterias auto-serviço (e dá-lhe aula de trade) onde a pessoa faz as próprias bijus e ainda paga mais caro do que se estivessem prontas. Vou inventar cortinas transparentes que mudam de cor segundo a luz do dia. Que nem os óculos ambervision. e vou inventar lindas balinhas transparentes com recheios coloridos que os marketeiros hão de estragar dando um nome espacial ou alienígena. E vou fazer bonecas de espiga de milho que serão vendidas na vila madalena. E vou reinventar o burro que sacode moedas de ouro. E vou fazer porta-lápis de relógios de pulso velhos, e vou chamá-los de tempo perdido. e vou inventar um chapéu que não existe em nenhum outro lugar do mundo, mas isso eu não vou vender não, que vai ser só meu.
E vou escrever meus próprios votos de casamento, e caso não me case vou vender pruma firma de cartões, tipo a graphon. E a essa altura vou estar estar cheia da grana. E vou abrir uma ong pela desgalochização dos seres humanos. Daí eu morro feliz.
É. Parece um bom plano. Começo amanhã.

menina da lua

[a menina da lua
trouxe a lua na nuca
lá da terra do nunca.]

misto de joão bobo com gato
não importa o tamanho da queda
ela se ergue sobre o próprio sapato.

e a vida a empurrá-la persiste
mas ela continua caindo em si
ajeita o cabelo e sorri
mas os olhos continuam tristes.

e continua caindo e se levantando
por aqueles de quem gosta.
Maninho, porque está chorando?
(é que ele leva a lua nas costas)