realidade absurda (3)

café da manhã. olho pro lado e vejo meu pai, café com leite recém mexido. Põe a colher sobre o prato, se inclina sobre ela e diz:
– satisfeito? encheu a cara de leite?
E eu sorrio, claro. ele continua:
– pois é, se ferrou.

E eu:
– quê?
– ah, não, é que tinha um insetinho na colher.
Olho mais de perto e, sim, um minúsculo bicho de asas ainda está se mexendo ali. Não creio que seja do tipo que gosta de leite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s