conjuntivo

Eu vejo namorados em filas de banco, em mesas de restaurantes, em pontos de ônibus e no hall de entrada. Os enamorados não hesitam em seu passo. Andam em pares e terminam suas tarefas. Comem diligentemente, pagam suas contas, pegam seus ônibus, entram em suas casas. Fico esperando para vê-los estancar o passo, esquecer onde vão e se abraçar nas calçadas, deixar passar um, dois , três terminais capelinha. E não. Parece que o afeto é brinquedo de passar o tempo, parece que o afeto é estofo para desesvaziar as esperas.

Talvez seja.

destróia (poema bocó de desamor)

Não traga esse assunto à tona

Não quero ouvir.

Não quero falar sobre a maratona.

Não quero, você está falando grego.

Não me faça levantar peso,

Eu não tenho tino pra atleta.

Não me convide prum triathlon

Odeio água e bicicleta

Não quero um romance épico

Vai-te embora com teu fogolímpico

Eu prefiro jogar cartas

Em resumo, campeão,

Vai pro raio que te Esparta.

vida de SUPEREGOta

É que eu sou uma SUPEREGOta. Não tendeu? Bom, pensa comigo. um IDiota é uma pessoa com predominância do ID, a parte instintiva da personalidade. Daí que uma pessoa dominada pela parte repressora da personalidade só poderia ser…uma SUPEREGOta.

Fez sentido pra você? A miré explica melhor aqui. E já que ela explicou a teoria e eu sou a SUPEREGOta #1 em todas as hit parades de superegotas, bom eu achei que, sei lá, não custa dar um exemplinho prático pra galera.

então tá. hora da historinha edificante. Era uma vez eu, a SUPEREGOta. Eu tenho um pouco de medo de pessoas. E de falar e de fazer certas coisas. E um dia eu arranjei um estágio na LB. A LB, minha nossa, é uma daquelas agências que você daria um braço pra trabalhar. Supimpona mesmo. Sério. A maioria das pessoas entraria em êxtase.

 mas não eu . eu sou uma SUPEREGOta. Eu fiquei foi aterrorizada. (Sorte que eu tenho bom controle do esfincter)

Então, por um mês eu aparecia lá, sentava e não falava a menos que obrigada. Quer dizer, eu passei UM MÊS na porra do lugar sem fazer xixi. Porque eu não tive coragem de perguntar onde ficava a droga do banheiro. Você se pergunta como uma pessoa consegue passar uma jornada de 8 horas sem ter que ir no banheiro?

Ora, amiguinho.

persistência

treino

superioridade biológica

Todas características que eu não precisei ter, uma vez que eu ia sempre em algum restaurante durante a hora do almoço.

Enfim. Mesmo assim. A maioria dos seres humanos comuns se sentiriam desencorajados tão logo tomassem um copinho de água a mais, colocariam tudo a perder. Fracos. mas eu, eu não. Eu continuei atéo fim.

Isso porque eu também não tive coragem de perguntar onde ficava o bebedouro.