simbólico

o preço das flores
(porque as flores têm preço)
é o princípio das dores
de um último começo

Anúncios

gota (um pouco de prosa, porque não?)

A mesa tremeu, a garrafa entornou, mas ninguém estava em condições de se importar.

O vinho fugindo. A sala em silêncio. Nos guardanapos e na toalha se esgueiraram seis anos de fermentação.

Nenhum par de olhos quis enxergar o vermelho. Vai pingar. Vai pingar. Vai pingar. A metáfora de sangue embriagando o sangue no chão. Sem ter o que lhe descesse pela garganta, alguém engoliu em seco.