update

A vida tem sido boa comigo. Mole feito vó com o neto favorito. Me enche de doce, me dá o que eu quero com calor e capricho. De receber alegriazinhas inesperadas. De topar inadvertidamente, na realidade, com aquele sonho arquitetado meticuloso com o nariz sob as cobertas. Apenas não nos mínimos detalhes porque sonho de míope é apagado nas bordas. Eu durmo sem óculos. De se lembrar como é o tal entusiasmo, com teo em vez de tu, no sentido bom e no mau. De ter a felicidade canora que é minha toda-manhã. Eu sempre sou feliz no caminho. E ver os novelos que pegam embalo e vão, correm com a linha por aí, deixando rastro que acaba em um nozinho no meu dedo. A vida tem sido boa comigo e eu não sei pra onde olhar enquanto agradeço. Talvez não seja preciso. Talvez apenas sentar, coçar, sorrir.

Anúncios